Pão Diário

Artigo sobre Riquezas

O Dicionário diz que riqueza é abundância de bens ou recursos financeiros.

Na época dos patriarcas, a riqueza do ser humano era medida pela quantidade de ovelhas, cabras, bois, jumentos e camelos.

Abraão é o exemplo típico (Gn 13.2). Isaque, seu filho, também (Gn 26.12-14) e Jacó (Gn 30.43).

A riqueza em imóveis, servos, metais preciosos tem como titular Salomão (1Rs 10.14-29).

Mas não basta conhecer esses exemplos, é preciso ler o que está escrito nos livros de Sabedoria da Bíblia (Pv 10.15, 13.11, 19.4) e será constatado que assim como a Sabedoria,  a Bíblia mostra claramente que a riqueza vem de Deus (Pv 3.9-10).

No sermão do monte, presente no Novo Testamento, Jesus falou de “tesouros sobre a terra e de tesouros sobre o céu”, alertando para a escolha do tesouro certo (Mt 6.19.20-24).

Muitas parábolas de Jesus, como a do rico insensato (Lc 12.13-21) e a do rico e Lázaro (Lc 16.19-31), tratam de pessoas que fizeram a escolha errada, preferindo os bens terrenos em lugar de tesouros do céu.

Se aprendermos corretamente, vamos entender que a verdadeira e duradoura riqueza são os bens espirituais que recebemos pela graça de Deus (Mt 13.44-46).

Como vimos no Antigo Testamento, Deus deu riquezas ao Seu povo. A Salomão foi dada todas as riquezas e ele foi o mais rico de todos os reis da terra (1 Rs 3.11-13; 2 Cr 9.22). Davi disse em 1 Cr 29.12: “Riquezas e glória vêm de ti, tu dominas sobre tudo, na tua mão há força e poder; contigo está o engrandecer e a tudo dar força.” Abraão (Gn 17-20), Jacó (Gn 30-31), José (Gn 41), o rei Josafá (2 Cr 17.5) e muitos outros. No entanto, os judeus, povo escolhido têm promessas e recompensas terrenas receberam a terra e todas as riquezas nela contida. É o único povo que tem o domínio da terra em que vive, sido dado por Deus. Todos os demais povos, do planeta, são apenas posseiros na terra.

Fonte: Pregadores do Telhado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *