Cristianismo,  Mundo Cristão

Ativistas LGBT vandalizam Muro da Reforma

O Muro da Reforma, um monumento à memória dos teólogos reformadores protestantes João Calvino, William Farel, Theodore de Bèze e John Knox foi vandalizado por militantes LGBT. O grupo de ativistas jogou tintas nas cores do movimento LGBT sobre as estátuas que representam os reformadores. O monumento, instalado em Genebra, capital da Suíça

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *