Reflexão,  Versículos de Fé

Balanço cristão

Balanço cristão

Que tal realizar um balanço em sua vida? Pense há quanto tempo você ouviu o chamado do Cristo, isto é, há quanto tempo você se afirma cristão.

Depois, dê uma olhada a sua volta, em sua própria casa. O que você vê?

As estantes estão abarrotadas de vozes caladas, livros que a traça devora. Estão ali, parados há tanto tempo que a poeira já se acumula e umas pequeninas teias de aranha aparecem entre uns e outros, só para lhe dar trabalho com a limpeza.

Os armários estão entupidos de roupas fora da moda e que você acha que um dia voltarão a ser usadas. As caixas se empilham, guardando botas, sapatos, sandálias que não servem mais em seus pés. Em baús ou armários bem altos estão os agasalhos de inverno abandonados, entregues ao apodrecimento.

Que tal fazer um balanço da sua vida para tentar melhorar naquela área que esteja com dificuldades?

Os móveis estão cheios de coleções de tantas coisas que você guarda, há tanto tempo que nem se recorda. As farmácias improvisadas estão cheias de medicamentos que aguardam as suas enfermidades, enquanto o prazo de validade expira.

Estantes, armários, baús, caixas, pacotes cobertos de pó, mofo, bolor. Comida de traça, esconderijo para pequenos animaizinhos.

Balanço cristão

Tanta coisa parada, sem uso. E tantos a padecer carências. Por isso, dê uma mexida nas estantes. Passe adiante os livros que você não vai ler. Examine o conteúdo e torne-os mensagens de vida. Distribua as roupas usadas, enquanto ainda estão boas, para os que se encontram desnudos, na miséria.

Verifique se falta um botão, se há necessidade de refazer uma bainha, costurar um pequeno rasgo. Retoque e faça delas instrumentos da alegria. Selecione os calçados, botas e sandálias. Retifique as solas gastas, providencie uma cola aqui, uma costura ali e oferte a quem anda descalço.

Você já aprendeu a respeito do grande número de enfermidades provocadas por pés-no-chão. 

Imagine quantas crianças terão os seus pezinhos protegidos dos cacos de vidro, das pedras pontiagudas. Quantos pés cansados, não terão mais que suportar o calor das pedras ou do frio da terra úmida.

Desapegue-se das velhas lãs e capotes, dando-os aos sofredores. Propicie calor abençoado a corpos quase sem roupa. Conduza os remédios que estão nas prateleiras, esperando que você um dia adoeça, para postos de saúde, hospitais, clínicas comunitárias.

Não espere a doença visitar seu corpo. Socorra as criaturas doentes nos bairros pobres, nas estradas esquecidas. Sacuda a poeira. Limpe o bolor. Afugente as traças.

Balanço cristão

Conserve o que tem em movimento. Tudo o mais, distribua, demonstrando que você é senhor e não escravo de coisa alguma. Não espere que a dor se adorne de trapos e se apresente ao abandono, para que surja o seu momento de ajudar. Não espere que a miséria desnude corpos sofredores a fim de que você possa oferecer a contribuição do seu socorro.

Não aguarde que as pessoas pereçam à falta de medicamentos. 

Vá ao encontro da dor, da necessidade e ajude com o que tiver. Distribua o que quiser. Atenda as ordens do seu coração de seguidor de Jesus, nosso Mestre.

Que tal fazer um balanço da sua vida para tentar melhorar naquela área que esteja com dificuldades?

Que Deus abençoe sua vida.

Fonte – Reflexão.com

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.