aquecimento global,  líderes,  meio ambiente,  mudança climática,  Notícias,  ONU

Líderes cristãos pedem ação urgente para combater a mudança climática


Líderes cristãos pedem ação urgente para combater a mudança climática

Nas vésperas da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-26), líderes cristãos pediram uma ação urgente, por parte dos governantes mundiais, para frear os efeitos da mudança climática na Terra. A Cúpula do Clima da ONU acontecerá no final de outubro e novembro deste ano, em Glasgow, na Escócia. 

Em carta conjunta, divulgada nesta segunda-feira (20), os líderes atribuem a culpa pelas alterações climáticas às pessoas que “exploraram o planeta” e alertam que os danos serão vividos “com maior gravidade” por aqueles que vivem na pobreza, “sobretudo por mulheres e crianças”.

O documento lembra os líderes mundiais a cumprirem o Acordo de Paris, em que se comprometeram a limitar o aquecimento global a 1,5ºC. 

“Reconhecemos as oportunidades que a COP-26 traz ao abordar a necessidade urgente de ação para limitar os efeitos das mudanças climáticas e a importância crítica das decisões tomadas nesta conferência para levar adiante o acordo feito em Paris em 2015”, afirmam.

Os líderes cristãos que assinaram a carta incluem o arcebispo copta de Londres, Angaelos,  o secretário geral da União Batista da Grã-Bretanha, reverendo Lynn Green e o líder ambiental da Igreja da Inglaterra, o bispo John Arnold.

“Nossas comunidades de fé estão unidas para cuidar da vida humana e do mundo natural. Compartilhamos a crença em um futuro promissor, bem como a obrigação de sermos responsáveis ​​por cuidar de nossa casa comum, a Terra”, diz o documento.

Prometendo cuidar da terra e trabalhar por “um futuro saudável, resiliente e com zero emissões”, os líderes ainda afirmam que a transição para uma “economia justa e verde” deve ser uma “prioridade”.

“Apesar de nossas diferenças doutrinárias e políticas, sabemos que devemos mudar nossos caminhos para garantir uma qualidade de vida que todos possam compartilhar, e precisamos dar esperança para pessoas de todas as idades, em todos os lugares, incluindo as gerações futuras”, diz a carta.

E conclui: “Para oferecer esperança ao mundo, precisamos ter confiança de que aqueles que estão no poder entendem o papel vital que devem desempenhar na COP-26 de Glasgow. Nossa energia coletiva e orações estarão com aqueles que trabalham para um resultado bem-sucedido”.

O documento a favor do combate às mudanças climáticas e o cuidado ao meio ambiente, é baseado na Declaração de Lambeth de 2015, na qual líderes religiosos pediram um acordo internacional e se comprometeram a trabalhar com suas comunidades pela erradicação dos efeitos climáticos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.