Batismo,  Cristianismo,  gospel,  Irã,  Missões / Ação Social,  perseguição

Mais de 1000 cristãos estão preparados para o batismo no Irã


Mais de 1000 cristãos estão preparados para o batismo no Irã

O reverendo Lazarus Yeghnazar, presidente do 222 Ministérios – uma organização cristã que serve falantes da língua farsi – disse, que apesar da pressão e perseguição no Irã, milhares de pessoas se entregam a Cristo no país.

“Milhares e milhares todos os meses vêm a Cristo no Irã e entregam suas vidas a Ele”, afirmou.

Pastor Lazarus Yeghnazar, presidente do 222 Ministérios, voltado aos iranianos que falam farsi. (Foto: Reprodução/YouTube)

O pastor disse que agora “temos mais de 1000 pessoas, sendo discipuladas e preparadas para o batismo. Deus está tocando milhares de pessoas e abrindo seus corações para o evangelho”.

“Precisamos orar pelos aiatolás, para que Deus mostre sua misericórdia e toque seus corações. Por que não acreditaríamos que Deus pode tocar o coração dos aiatolás? Pode parecer impossível, mas é possível”, disse.

Em entrevista ao site cristão Premier, o pastor falou sobre muitos casos de cristãos sofrendo perseguição no Irã, o que não tem impedido o aumento das conversões.

Ele citou o caso de grande repercussão, que envolve a prisioneira cristã Nazanin Zaghari-Ratcliffe, que foi sentenciada a cinco anos de prisão em 2016 após ser acusada de espionagem, acusação que ela negou.

A prisioneira cristã Nazanin Zaghari-Ratcliffe ao lado do marido Richard e do filho. (Foto: Reprodução/Premier)

Tanto ela como seu marido, Richard, protestaram simultaneamente sob a forma de uma greve de fome contra a sua detenção e o Reino Unido concedeu-lhe o estatuto diplomático, mas o pastor Lazarus acha que é preciso tomar mais medidas.

Ele disse que os maus tratos a Nazanin pela Guarda Revolucionária estão enviando uma mensagem ao governo do Reino Unido.

“Os Guardas Revolucionários que estão virtualmente no controle de todas as partes do governo, o seu modo de diálogo é uma reação forçada a certos incidentes e eu acho que eles estão usando o Nazanin pobre como um peão em suas mãos para que eles possam libertar seu navio-tanque que está preso em Gibraltar”, disse o pastor.

Ele disse acreditar “que o Ocidente não está tendo uma abordagem coletiva para a situação” e que há muitas pessoas em prisões no Irã.

“O Ocidente tem que ter uma frente unida para pedir-lhes para libertar esses prisioneiros, isso é desumano usar seres humanos como peões para discussão entre estados”, afirmou.

Ele explicou que é importante para a igreja se unir em oração pela mudança na região.

“Oração unida, de todas as igrejas de todos os cristãos, desbloqueia muitas fechaduras no Irã. Eu encorajaria todos os ouvintes a orarem pela cura da terra e também a cura dos olhos dos aiatolás: Como cristãos, nós perdoamos aqueles que nos ofendem, nos torturam e nos matam, mas Deus pode tocar seus corações quando Deus tocou os olhos de Paulo e as escamas caíram”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.